Microcontroladores NXP LPC18Sxx e LPC43Sxx: para uma IoT segura

Padrão

A fabricante holandesa de semicondutores NXP está lançando no mercado uma variação “S” das famílias de microcontroladores LPC1800 e LPC4300. O “S” adiciona alguns artifícios de segurança aos microcontroladores para que estes possam dar mais confiabilidade a sistemas que possam ser utilizados nessa “Internet da Coisas”.

Microcontrolador LPC43Sxx (generalizado) no encapsulamento BGA100

Microcontrolador LPC43Sxx (generalizado) no encapsulamento BGA100

As características de segurança de ambas as famílias incluem:

  • Padrão de Criptografia Avançada de 128 bits (AES)
  • Gerador de Número Randômico Verdadeiro (TRNG)
  • Chave de Armazenamento Programável uma única vez (OTP)
  • Proteção contra leitura de Código (CRP)
Comparativo entre as funcionalidades das famílias LPC18Sxx e LPC43Sxx de Microcontroladores

Comparativo entre as funcionalidades das famílias LPC18Sxx e LPC43Sxx de Microcontroladores

Para facilitar o desenvolvimento de aplicações com os novos microcontroladores a NXP já disponibilizou um kit de desenvolvimento para a família LPC43Sxx de microcontroladores, com part number OM13073 e custo aproximado de US$ 40 nos EUA, essa placa vem equipada com:

  • Microcontrolador LPC43S37 dual-core (M4F and M0+) com clock até 208 MHz
  • Porta USB High Speed para Debug e Gravação, compatível com CMSIS-DAP e LPCXpresso IDE Redlink
  • Suporte a debugadores externos
  • LED de três cores
  • Portas de expansão compatíveis com Arduino UNO R3 e Pmod™
  • Porta Ethernet PHY (saída disponível nos conectores de expansão)
  • Conector USB High speed A/B para operar como host ou slave
  • Memória SPI de 8 Mb da Macronix
  • Portas UART, I²C e SPI
  • Conector com circuito integrado FTDI UART
  • Elemento de segurança A7001CM
Placa de Desenvolvimento NXP OM13073

Placa de Desenvolvimento NXP OM13073

Os microcontroladores já estão disponíveis para venda e tem preços iniciando em US$3 a unidade em quantidades de 4.000 peças.

Via: NXP Semiconductors

BA02h> A Internet das Coisas

Áudio

Segundo episódio do podcast e resolvemos falar do futuro, sim, a Internet das Coisas é o futuro da tecnologia! Mas você vai descobrir que essa Internet das Coisas também faz parte de seu presente e  até mesmo de um passado distante.

FICHA TÉCNICA

  • Tema: A Internet das Coisas (The Internet Of Things – IOT)
  • Integrantes: Emerson, Guilherme e Ricardo
  • Duração do episódio: 56min 54s
  • Qualidade do áudio: 96 kbps
  • Tamanho do arquivo: 41,9 MB

Clique em PLAY para ouvir diretamente ou clique em BAIXAR para obter o arquivo MP3.

Links Comentados neste Episódio:

  1. Câmera para Astrofotografia
  2. Coke Machine de Carnegie Mellon
  3. Kevin Ashton, o inventor do termo IOT
  4. Tecnologia RFID
  5. Rede de Computadores de Alcance Global
  6. Resumindo a Internet das Coisas
  7. A Rede (O Filme)
  8. Protocolo de Internet
  9. Open IOT
  10. Pesquisa da HP
  11. Malware de Boleto Bancário
  12. Falha Heartbleed
  13. Falha no glibc do Linux (Ghost)
  14. Falha na Sony Pictures
  15. Eric Schimdt fala sobre o futuro da internet
  16. Tecnologia 5G de celular
  17. Tecnologia IPv4 e IPv6
  18. Tecnologia Bluetooth
  19. Tecnologia Zigbee
  20. Tecnologia NFC
  21. Tecnologia Wi-Fi
  22. Tecnologia PLC
  23. Tecnologia Bluetooth Smart 
  24. Redes Mesh
  25. Relógios Android Wear
  26. Relógio Apple iWatch
  27. Relógio Samsung Gear S (com 3G)
  28. Arduino
  29. IFTTT (If This, Then That)
  30. Lâmpadas Philips Hue
  31. Produtos Belkin WEMO
  32. Big Data
  33. Machine Learning

Troquem dados e busquem conhecimento com a gente pelos nossos canais:

Texas CC3200/CC3100: um sistema wi-fi num único chip

Padrão

A Texas Instruments está tornando mais fácil a tarefa de criar dispositivos conectados numa rede Wi-Fi. Isso porque o recém lançado chip CC3200 é o “tudo-em-um” que todo projetista eletrônico gostaria de utilizar num projeto que carece de conexão à internet. Ele contempla um microcontrolador + memórias + conversores de tensão + interfaces + processador de rede Wi-Fi. O CC3100 conta com tudo isso também, exceto pelo microcontrolador + memórias, podendo você utilizar o microcontrolador de sua preferência aliado a ele.

Circuito Integrado CC3200 da Texas Instruments

Circuito Integrado CC3200 da Texas Instruments

A Texas também está lançando um ecossistema chamado SimpleLink, que além dos circuitos integrados conta com softwares de desenvolvimento para usar no Windows, aplicativos para Android e iOS, Placas de Desenvolvimento com os circuitos já montados e uma “Nuvem IoT” onde você pode armazenar dados.

A família SimpleLink de dispositivos e suas atribuições

A família SimpleLink de dispositivos e suas atribuições

O modo mais fácil de iniciar nesse mundo “simplista” que a Texas está criando para você criar seus dispositivos conectados, é utilizar um dos kits de desenvolvimento disponíveis para o CC3200 ou para o CC3100. O mais completo deles seria o SimpleLink™ Wi-Fi® CC3200 Module LaunchPad, que já conta com uma inferface USB, botões, sensores, antena e conectores.

Kit de Desenvolvimento CC3200MODLAUNCHXL da Texas Instruments

Kit de Desenvolvimento CC3200MODLAUNCHXL da Texas Instruments

Esse Kit de Desenvolvimento tem custo de US$ 60 nos EUA. Uma opção mais econômica seria o Kit de Desenvolvimento CC3100BOOST que tem o preço de US$ 20, mas precisa de um microcontrolador externo para controlá-lo.

Via: Texas Instruments

“Computadorzinho” Raspberry Pi 2

Padrão

Se você nunca ouviu falar da famosa placa/computador Raspberry Pi, fique sabendo que esta acaba de receber uma atualização para a sua segunda versão de hardware! A Raspberry Pi original foi concebida em 2011 com o intuito de se conseguir vender a um preço muito baixo uma placa de desenvolvimento que com algum pouco esforço de desenvolvimento de software pudesse também servir como um computador de baixíssimo custo.

Placa Raspberry Pi Original de 2011

Placa Raspberry Pi Original de 2011

Algumas variações desse modelo de placa surgiram de lá pra cá, mas sempre trazendo em seu cerne o processador BCM2835, da marca Broadcom, com um núcleo ARM11 de 700MHz, que já era um núcleo datado há muito tempo, uma vez que a ARM, empresa especializada em criar arquiteturas de núcleo de processadores, já tem estabelecida uma arquitetura superior em desempenho há anos.

Placa Raspberry Pi A+, uma das variações com chip BCM2835

Placa Raspberry Pi A+, uma das variações com chip BCM2835

E finalmente está chegando ao mercado a Raspberry Pi 2 com o processador BCM2836, da mesma marca, mas com uma única diferença, o núcleo que agora é um ARM Cortex-A7 de 900 MHz que promete melhorar o desempenho das aplicações.

Placa Raspberry Pi 2

Placa Raspberry Pi 2

A grande novidade no entanto, além de suportar as distribuições específicas de linux Ubuntu e Raspbian (uma derivação do Debian mais otimizada), a placa terá suporte ao Microsoft Windows 10!

Sistema Operacional Microsoft Windows 10 rodará na Raspberry Pi 2

Sistema Operacional Microsoft Windows 10 rodará na Raspberry Pi 2

Já é possível encontrar a Raspberry Pi 2 em distribuidores internacionais ao custo de US$ 35.

Via: Raspberry Pi Blog